Saturday, February 6, 2016

~

por onde andas 

tu

que ardes
de amor
antes de ti

tu

que a ti
esqueceste
primeiro
e abriste
sem restrições
as mãos
ao mundo
que te não 
merece

tu

que sentes
o sentir
dos outros
e compreendes
a angústia
dos outros
e choras
a dor
dos outros

tu 

que és corpo
de fibra
e barro triste

tu

que corres
sempre 
por alguém
mais
além de ti

tu

que ardes
pela terra 
inteira
e alancas
o peso
das vidas
fartas

tu 

que amo
antes
de mim

No comments: