Thursday, December 5, 2013

~

porto-interregno
2013

~

espaços abertos
por onde corres

precipícios 
de alma
desenganada
que se engana
livre
ao sol nascente
da manhã azul
que cresce
vácua 
dispersa

clarão de luz
trespassante
da noite 
interminável 

dia áfono 
que por fim
te fez saudade

.

tempo-nós
deportado
ao recordar-te
doce

único 
como tu

No comments: