Saturday, October 5, 2013

~


não sinto já
nas cores
aquele aperto
no peito
que era nosso
e o aroma
suave
que eram 
os teus olhos
arrasta-se 
como pedras
no fundo puído 
de mim

repito o teu nome
à exaustão-ausência
de sentido

porque
se te percorro
ainda
se te beijo 
ainda
é para esquecer-te


No comments: