Friday, December 7, 2012

~


viver 
na incerteza
do amanhã
que é ido
já antes
do sol nascer
 
pensar-te
futuro
na ilusão 
próspera
das nossas 
mãos
florescentes
sobre nada

correr
ao ar 
defunto
dos sonhos
impossíveis
sem motivo
a mais
além-horizonte
vago
e indefinido

sorrir sempre
seguir seguindo
sem ver

(...)

No comments: